Bullying nas Redes Sociais – o que fazer?

 

Bullying – utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos, causando dor e angústia e sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder

O  bullying é um problema mundial, sendo que a agressão física ou moral repetitiva deixa sequelas psicológicas na pessoa atingida.

O que fazer se estiver sofrendo bullying ou assédio virtual?

1. A rede social recomenda que a vítima não revide, já que grande parte das pessoas que praticam o bullying contam com uma reação para, então, continuar a constrangê-la.

2. O usuário deve registrar cada publicação ofensiva. Sejam posts apenas de texto ou com imagens, é importante fazer capturas de tela para, se necessário, comprovar futuramente que aquele conteúdo foi publicado na rede.

3. Caso o ataque venha de alguém que faça parte da sua lista de amigos, é aconselhável desfazer a amizade. Ao fazer isso, a pessoa ficará impedida de contatá-lo por meio do bate-papo do Facebook e, também, de fazer publicações na sua linha do tempo.

4. Bloquear a pessoa é outra alternativa válida. Essa ação impede que ela te adicione como amigo e tenha acesso ao conteúdo compartilhado na sua linha do tempo.

5. O próximo passo é denunciar a pessoa ou qualquer post abusivo que ela tenha feito. Conteúdos impróprios e que violem os padrões da comunidade podem ser denunciados e retirados do ar. Nenhuma informação da pessoa que fez a denúncia é enviada para quem teve sua publicação denunciada. O item será avaliado pela equipe da plataforma e poderá ser removido ou não. Ainda é possível acompanhar o andamento das denúncias feitas na rede social.

6. E, por último, não esconda o que está acontecendo. É importante buscar um familiar, amigo próximo ou alguém de confiança para compartilhar o problema e receber ajuda no que for preciso, principalmente em casos de ameaças à segurança pessoal.

Fonte: Wikipedia e Facebook

bullyingvirtual